Veja dicas pra quem vai pensa em fazer faculdade depois dos 50 anos

É comum de se pensar que o mundo acadêmico é algo que deve ser enfrentado logo quando se é jovem e após certa idade, isso torna-se algo quase inviável. Porém, o número de pessoas acima dos 50 anos que estão voltando as salas de aula de Universidades só vem crescendo a cada ano. Algo que demonstra que o nível de educação dos brasileiros está subindo gradativamente.

Educação no Brasil

Infelizmente é comum em muitos estados brasileiros que pessoas abandonem as escolas por questões financeiras. Desse modo, o número de cidadãos que saíram das escolas desde jovens para trabalhar, é uma realidade no nosso país.

Porém, o Governo Federal a muito tempo tenta recuperar essas pessoas e trazer elas para as salas de aula novamente. Com isso, não é mais de se espantar em ver pessoas acima dos 40 anos voltando para as escolas afim de retomar os estudos.

Com isso, nos últimos anos foi visto um número cada vez maior de pessoas que decidiram fazer faculdade depois dos 50 anos. Muito dos créditos desse acontecimento se deve a programas sociais como o Encceja.

Este programa social temo como seu maior objetivo trazer pessoas que passaram da idade indicada de volta as salas de aula. Ou seja, para participar deste programa, tudo que é preciso é participar das inscrições Encceja 2020.

Para isso, o interessado basta acessar a página do participante Encceja 2020 e se inscrever. Por meio deste processo, será possível se graduar no ensino fundamental e médio em pouco tempo.

Fazer faculdade depois dos 50 anos

Como o número de pessoas vem aumentado nas universidades cada vez mais para pessoas acima dos 50 anos, muitos desses brasileiros estão depois de década tendo a oportunidade de melhorar de vida graças a vida acadêmica.

Com isso, não só o cidadão sai ganhando, mas o Brasil também. Afinal, com isso cada vez mais profissionais qualificados serão formados todos os anos, além de melhorar os índices de educação do país como um todo.  

Desse modo, o Governo cada vez mais tentar atrair pessoas acima dos 50 anos para dentro das universidades afim de melhorar a educação como um todo no país.

Porém, mesmo que muitos pensem nisso como um desafio, estudar após os 50 é uma nova oportunidade para estas pessoas. Pois mesmo que estejam ocupadas por seus trabalhos, hoje os estudos EAD facilitam demais a formação acadêmica de pessoas em todo o Brasil, tornando assim possível estudar mesmo após anos longe de uma sala de aula.

Descubra quanto ganha um profissional de RH no mercado

Está pensando em começar um curso de Recursos Humanos? Bem, esta é uma das profissões que está voltando a ficar em alta no mercado e por isso, vale a pena entender o retorno financeiro dessa atuação. Afinal, quanto recebe um profissional de RH no mercado? Confira as informações a seguir e descubra:

Como funciona o curso de RH?

Você já deve ter ouvido falar ou simplesmente notado a importância do setor de RH para grandes e médias empresas. De uns tempos para cá, essa importância foi ressaltada é o profissional passou a ser requisitado nesses ambientes novamente.

O profissional de RH é responsável, no geral, pela gestão de pessoas. Isso diz respeito ao planejamento de atividades, assim como desenvolvimento de projetos.

Além disso, existem outras atividades que são de responsabilidade do mesmo, como por exemplo a seleção de novos funcionários, o treinamento e a emissão de folha de pagamento destes.

Para que a empresa funcione de maneira prática e produtiva, o setor de RH precisa estar cuidando tanto dos interesses da empresa quanto dos funcionários.

Onde o profissional pode atuar?

Para quem está se perguntando onde o profissional de Recursos Humanos pode atuar, vale a pena mencionar que esse fator pode influenciar bastante no quanto o funcionário irá receber.

Obviamente, essa média estará acima do salário mínimo 2020, mas depende de fatores como o nível de formação do profissional, afinal o curso é encontrado como Graduação e como Técnico.

O profissional, no geral, pode atuar em toda empresa ou ambiente que funcione como uma empresa. Por exemplo, indústrias, comércio, escolas, supermercados, hospitais, entre muitos outros.

Afinal, todos esses locais precisam das habilidades do profissional de Recursos Humanos para desenvolver atividade como recrutamento de novos funcionários e pagamento da equipe.

Quanto recebe?

Quem está considerando fazer o curso e deseja saber quanto em média irá receber atuando na área, deve primeiro entender que a formação de Recursos Humanos se trata de um capacitação da área comercial.

Isto quer dizer que o quanto o funcionário irá receber terá influência do salário comercial 2020. Além disso, existe o fator nível de formação, que depende do tipo de curso que este profissional realizou.

Para quem cursou uma graduação e estará podendo atuar em mais cargos, a média salarial é que equivalente a R$ 2.611,00. A máxima registrada é de R$ 6.287,00.

Enquanto isso, quem optar por realizar um curso técnico na área, estará encontrando remunerações entre R$ 1.783,00 e R$ 4.322,00.

Estética: Quais cursos fazer? Como começar?

A área de estética é uma das mais amplas do mercado, possuindo diferentes formações e possibilitando diversos ambientes de trabalho diferentes. Além disso, vale lembrar que esta é uma das áreas mais promissoras do mercado e se você está pensando em entrar no ramo, é importante verificar quais cursos é preciso fazer.

Colorimetria

Vamos começar falando de um curso que é, na verdade, um diferencial para quem já entende um pouco da área dos cabeleireiros: Colometria. Nada mais é do que o aprendizado de misturas, técnicas e aplicação para chegar em determinado tom.

Acredite ou não, dominar a arte da Colometria pode colocar o profissional em total destaque, além de ser uma área da estética considerada bem remunerada.

Quem está interessado na área, deve ficar atento a distribuição de vagas do SENAC SP 2020que promete diversas bolsas com custo zero para o estudante!

Depilação

Essa tem sido uma das áreas que mais cresceram nos últimos anos, uma vez que as técnicas de depilação ficaram populares e novos produtos que prometem depilar sem dor surgiram.

Muita gente tem procurado se capacitar na área, e prova disso é a grande procura pelos cursos PSG SENAC 2020Vale a pena garantir a sua vaga e começar uma nova carreira.

O profissional de depilação tem a opção de atuar tanto em casa, como em spas e até a domicílio, garantindo uma grande vantagem em relação a flexibilidade de horários.

Design de Sobrancelha

Como você já deve ter notado, uma das maiores tendências que tem acompanhado o mercado da beleza sãos os modelos de sobrancelha.

E é por essa razão que o profissional formado em Design de Sobrancelha, dificilmente vai ficar sem oportunidades no mercado de trabalho.

No curso, o aluno aprenderá técnicas de preenchimento, eliminação de pelos e criação de senhos. Além de poder se capacitar na sobrancelha de hena e na sobrancelha fio a fio, ambas bastante procuradas no mundo da beleza.

Massagem

Para quem se interessa pela área de Estética, mas não se identifica com capacitações que atuam na beleza, a dica é procurar pelo curso de Massagem.

A formação também possui diversas vantagens em relação aos horários e locais de atuação. Muitos salões de beleza grandes e spas estão precisando de um profissional da área.

O curso de Massagem irá dispor de técnicas especiais e até tratamentos corporais completos, indo desde a preparação da pela até os pontos de tensão.

Saiba o que levar em consideração antes de ser motorista de aplicativo

Você já pensou em s tornar um motorista de aplicativo? Muitas pessoas que estão em busca de um serviço extra tem investido na área para atuar com horários mais flexíveis.

No geral, essa pode ser uma boa opção para você, mas vale lembrar que é preciso considerar algumas particularidades antes de começar a trabalhar como motorista de aplicativo. Saiba tudo a seguir:

IPVA

Vamos começar falando de um dos impostos obrigatórios mais importantes e mais caros do país, o Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Diferente dos motoristas que atuam como taxistas, o motorista de aplicativo não fica isento da taxa, ou seja, se você começar a trabalhar para um app, deverá cumprir com o IPVA 2020 da mesma forma.

Para alguns estados este valor é bem alto, e dependendo da região que o motorista circula e da demanda de viagens por dias, pode ficar caro pagar por essa taxa. É o caso do IPVA 2020 SPque representa uma porcentagem de 4% sobre o valor original do veículo para quem reside no estado de São Paulo.

Taxas

Trabalhar como motorista de aplicativo irá representar diversas vantagens para quem atuar na área, como por exemplo, a flexibilidade de horários e possibilidade de escolher quantas viagens serão realizadas diariamente. Além disso, o motorista atua de maneira mais independente, prestando serviços para a empresa somente a distância.

Entretanto, um outro ponto que precisa se colocado na balança são as taxas cobradas pelo uso do serviço. Por mais que você atue de maneira mais autônoma, ainda estará prestando serviços para uma empresa. Por isso, os aplicativos que promovem viagens ficam com uma porcentagem de cada viagem sua, o que pode ser uma desvantagem se você tiver rodado pouco em determinado do mês.

Deterioração

O serviço de motorista de aplicativa deixa o servidor bastante a vontade em relação a diversos aspectos, mas ao mesmo tempo coloca o proprietário do veículo em total responsabilidade pelo seu instrumento de trabalho: o veículo. Como você estará rodando bastante com o carro e transportando diversos passageiros, será preciso ter bastante cuidado com a deterioração do veículo.

Isso acontece quando o carro fica desgastado e passa a valer menos no mercado, uma vez que a quilometragem total também aumenta. Então, quem está pensando em atuar de motorista de app e pensa em vender o carro em breve, deve considerar os pontos abordados para saber se as vantagens são realmente interessantes para você

Ganhe experiência profissional para iniciar no mercado de trabalho

O mercado de trabalho é repleto de pessoas com diferentes capacitações e experiências buscando por uma vaga. Mas o que acontece quando quem está procurando um emprego não tem nenhuma experiência profissional?Se esse é o seu caso, não se preocupe! Temos algumas dicas que podem ajudar você. Confira a seguir como você pode ganhar experiência profissional para concorrer no mercado de trabalho:

Vai acabar ou já acabou o ensino médio recentemente e está em busca de um emprego? Bem, a busca por um emprego começar desde cedo para o jovem brasileiro e não é difícil perceber que para se destacar é preciso ter um bom currículo.

Sendo assim o jovem se vê no dilema: sem experiência e precisando de um emprego para ganhar experiência. Neste caso, é possível acessar uma opção bastante vantajosa.

Estamos falando, é claro, de uma inciativa muito importante: o programa Jovem Aprendiz. A proposta está no ar há alguns anos mas muita gente ainda não sabe do que se trata.

O que é o programa Jovem Aprendiz?

A atuação do programa Jovem Aprendiz é possível através da Lei de Aprendizagem. Essa cláusula garante que jovens sem experiências possam se capacitar e atuar no mercado de trabalho ao mesmo tempo.

Assim, além de estar apto para desenvolver uma profissão na prática, o mesmo ainda pode aproveitar a vivência no emprego para aperfeiçoar o seu lado profissional.

O contrato para essa categoria de funcionário pode durar entre alguns meses a até dois anos. Diariamente, o mesmo deve trabalhar até, no máximo, seis horas diárias.

As condições facilitadas devem permitir que o Jovem Aprendiz 2020 possa exercer suas funções na empresa sem que isso prejudique a sua carga horária estudantil.

Vale lembrar que o mesmo deve ter entre 14 e 24 anos, podendo estar matriculado regularmente no Ensino Fundamental ou no Ensino Médio.

Onde posso trabalhar?

A inciativa do programa Jovem Aprendiz só é possível através da parceria entre o Governo Federal e as empresas que precisam disponibilizar as Vagas para Jovem Aprendiz.

A Caixa Econômica Federal, o Bando do Brasil, o Bradesco e o Itaú são alguns exemplos de instituições financeiras que contratam essa categoria de funcionários.

Você também pode trabalhar em grandes empresas, líderes em venda como a Riachuelo, as Lojas Americanas, o Carrefour, a Esposende, entre outas.

Anualmente, centenas de vagas são abertas e você pode concorrer se inscrevendo pelas plataformas digitais das empresas. Fique de olho nas oportunidades e participe!

3 Pontos positivos em fazer um curso técnico antes da graduação

Existem diversos tipos de capacitação disponíveis e todos eles representam vantagens para o estudante. Quem está pensando em fazer um curso, pode já ter se perguntando qual nível escolher. Bem, mita gente recomenda começar um técnico antes da graduação e nós vamos contar o porquê. Leia o texto a seguir e entenda:

1. Curta Duração

Vamos começar falando do tempo que será investido por você no curso. Você sabia que os cursos técnicos podem durar entre alguns meses a até três anos?

Dessa forma, o estudante fica capacitado mais depressa para concorrer no mercado de trabalho. Isso não é possível com a graduação, pois neste tipo de formação só é possível estagiar após alguns períodos.

O curso técnico irá dividir a sua carga horária total entre aulas práticas e aulas teóricas, sendo perfeitamente distribuídas para capacitar o aluno.

Além de durar menos tempo do que a maioria das formações, é válido lembrar que o estudante pode conseguir estágios para a sua área a partir do primeiro período, dependendo do curso.

Este nível é recomendado para quem ainda está buscando afinidades no mercado, pois garante a aquisição de um diploma reconhecido em pouco tempo.

Algumas escolas técnicas disponibilizam ainda, a possibilidade de realizar vários cursos técnicos na modalidade de ensino à distância (EAD).

2. Economia

O segundo ponto que pode ajudar quem está em dúvida entre as opções de formação é o custo benefício referente as mensalidades totais.

Você sabia que o curso técnico tende a ser bem mais barato do que a graduação e maioria dos cursos do mercado? Ou seja, vale a pena para quem quer investir a renda no estudo.

Além disso, as instituições que oferecem o curso técnico, em sua maioria, possibilitam um valor único por todo o curso. Esse valor pode ser dividido no cartão de crédito, como acontece com no Senac.

O curso técnico tem sido muito requisitado no mercado de trabalho e devido a isso, as instituições estão oferecendo condições facilitadas para que mais pessoas possam se capacitar.

3. Desenvolvimento na área

Como mencionado, o curso técnico possuem uma formação mais focada para a atuação.Isto quer dizer que os assuntos são bastante objetivos e práticos.

Por isso, quem não sabe qual carreira seguir pode acabar se identificando com algumas opções ingressando em um curso técnico de sua escolha.

Assim, caso o estudante queira optar pela graduação depois, já estará dentro da área e poderá ampliar suas capacitações no nível técnico.

5 Dicas para deixar seu currículo mais atrativo

Um bom currículo pode ser a chave para que você consiga aquela grande oportunidade que tanto esperava. O mercado de trabalho está sobrecarregado de pessoas em busca de um emprego, mas nem todas estão capacitadas para os cargos oferecidos.

Por isso, você deve saber como transformar o seu currículo em uma apresentação atrativa e objetiva. Veja a seguir 5 maneiras de melhorar o seu currículo:

1. Resuma informações

Vamos começar falando sobre a estrutura do seu currículo. É bom sempre começar dando uma pesquisada nos modelos mais práticos. Com um modelo base, ficará mais fácil de desenvolver o seu documento.

O ideal é que você opte sempre por escrever as suas formações no tema lista, pois assim a leitura se torna menos massante para o entrevistador. Resumir os seus dados é válido para que os mesmos possam ser claramente lidos!

2. Priorize o essencial

Essa dica é muito importante e está diretamente relacionada ao conteúdo colocado em texto. Cada currículo deve ser elaborado para uma vaga específica, isto porque algumas experiências são irrelevantes para a vaga.

Se você está em busca de uma vaga como enfermeiro, não é necessário especificar em seu currículo que você possui um curso de moda, por exemplo. É fundamental priorizar o que é interessante para a vaga que você está concorrendo.

3. Evite os textos

Quem acha que um currículo de três páginas estará impressionando o entrevistador, deve saber que este erro pode custar uma vaga de emprego! Quanto mais objetivo você for em sua apresentação profissional, melhor!

Busque valorizar pontos positivos e experiências válidas. Neste ponto, o modelo de lista pode ajudar a evitar a escrita de informações em excesso.

4. Faça cursos atuais

Esta sugestão está mais relacionada aos processos de capacitação do que a montagem do próprio currículo. Se possível, valorize a sua experiência fazendo cursos exigidos pelo mercado atual.

Essa demanda pode variar de uma região para outra, por isso, é sempre recomendado pesquisar o mercado do trabalho para o seu estado antes de começar qualquer curso. A capacitação também é fundamental para colocar o seu perfil profissional em destaque.

5. Invista em cursos online

Para muitas pessoas, o problema de começar um curso e aperfeiçoar o currículo é o tempo e o custo. Bem, isso pode ser resolvido com um curso online.

Você encontra diversas opções bastante acessíveis na rede. Além disso, pode ser até que você consiga uma bolsa de estudos para a sua capacitação.

Conheça o Sebrae no Pódio!

O mercado de trabalho pode ser uma caixinha de surpresas e quem não acompanha as tendências acaba ficando para trás. Quem está de olho nas oportunidades, já deve ter notado uma ávida concorrência para a maioria das áreas de atuação.

Bem, então como se destacar?

Não precisa se preocupar, pois o site Sebrae no Pódio estará trabalhando para que você não fique para trás no mercado. Sabemos que a educação é a base para qualquer profissional e com nossas dicas, você poderá usar isso a seu favor.

A equipe estará dando dicas de capacitação para que você se torne um profissional de destaque no mercado de trabalho e aumente as suas chances de ter um grande carreira.

Os processos que envolvem a relação empregador/empregador podem até parecer bastante complicadas, mas com algumas leituras de nossa plataforma, você já vai passar a compreender melhor os funcionamentos. Aguarde as novidades que estão por vir!